Fui consolar um viúvo e entrei na vara.

Oi gente, meu nome é Sheila, sou casada, e já contei para vocês como foi minha primeira transa fora do casamento.

Essa aconteceu um tempinho depois.

Um grande amigo da família, seu Amadeu, ficou viúvo, ele estava com seus 60 e poucos anos . Continuar lendo “Fui consolar um viúvo e entrei na vara.”

Mamãe, titia o cavalo e eu.

Olá pessoal, outro dia vim aqui contar um fato do meu passado, quando vi minha mãe e tia transando com um pônei.

Hoje vou continuar de onde parei.

Após o fato, não conseguia parar de pensar nas bocetas delas arreganhadas, com se me chamassem. Continuar lendo “Mamãe, titia o cavalo e eu.”

Mamãe, titia e o cavalo.

Hoje vou dividir com vocês uma história que aconteceu há alguns anos e me traumatizou muito.

Eu tinha 14 anos e morava em um sítio no interior com meu pai, minha mãe, meus 4 irmãos e minha tia, irmã da minha mãe.

Trabalhávamos de manhã e a tarde íamos para escola.

Uma vez por semana meu pai ia na cidade fazer compras. Duas vezes voltei pra casa mais cedo, meu pai na cidade, vi minha mãe e tia saindo da cocheira apressadas. Lá tinha um pônei. Continuar lendo “Mamãe, titia e o cavalo.”

Realizei o sonho do meu marido, dei para outro na frente dele.

Oi gente, meu nome é Sheila e tomei muita coragem para contar minha história para vocês.

Tenho 34 anos, 1,57m, loirinha, olhos castanho-claros, seios médios bem durinhos, barriguinha chapada, cintura fina e coxas grossas.

Sou casada com um cara de 54 anos. Fiel a ele, nunca o traí.

Temos uma vida sexual muito ativa. Transamos sempre, e na hora rola algumas fantasias, ele sempre fala no meu ouvido que tem vontade ver outro macho me foder, de ver minha bocetinha sendo enchida de porra de outro homem e depois me comer toda lambuzada. Sempre gozamos muito. Continuar lendo “Realizei o sonho do meu marido, dei para outro na frente dele.”

Pulei o muro para ver minha mulher me traindo.

Resolvi contar o que aconteceu comigo há algum tempo, contudo, não irei colocar nossos nomes.

Tenho 38 anos, e sou casado há 15 anos com uma mulata de 36 anos, 1,70 m, seios fartos, bunda grande, cintura bem desenhada, coxas torneadas, uma bocetona grande e carnuda, muito melada, sempre depilada, muito gostosa. Todos olham para ela na rua.

Sem nenhum motivo comecei a desconfiar que ela me traía. Ela continuava do mesmo jeito de sempre. Não tinha mudado em nada seus hábitos ou atitudes. Deveria ser só impressão. Continuar lendo “Pulei o muro para ver minha mulher me traindo.”

Filmei escondido minha mulher me traindo.

Meu nome é Gilvânio, tenho 47 anos, mulato e em boa forma física.

Sou casado com uma mulher bonita, Rogéria, 32 anos, loura, olhos verdes, seios fartos, bunda grande e durinha, 1,60, coxas bem definidas, com uma barriguinha, nada que a deixe menos gostosa, também depois de dois filhos. Continuar lendo “Filmei escondido minha mulher me traindo.”