Mamei nos peitos da mãezinha na van

Um dia desses estava voltando para casa em uma van, que faz transporte alternativo. Ao meu lado tinha uma jovem mãe com uma criança de uns dois anos no colo, mulatinha, bonita, estava de saia de um tecido fino, que subia a todo movimento da menina, deixando umas coxas gostosas aparecendo.

Eu sou branco, magro, tenho 48 anos e boa aparência.

A viagem era um pouco longa, estávamos no último banco, que tinha três lugares, ela estava na janela, eu no meio e uma senhora no corredor.

Era noite, as luzes estavam apagadas, ficando acesa só uma perto do motorista, que clareava levemente a van. Mais para frente a senhora desceu e eu cheguei para o corredor deixando a mãe mais a vontade.

A van foi esvaziando e ainda tinha muito chão pela frente. A mãe pegou um pacote de biscoito e uma garrafinha e deu para menininha, que era boazinha, toda hora batia no meu braço me oferecendo as coisas. Eu ria, agradecia, e continuava mexendo no celular.

Uma hora ela bateu no meu braço, quando olhei ela estava mamando no peito da mãe, tirou a boca, segurou o peito e me ofereceu. Fiquei de olho arregalado, sem ação.  A mãe sorriu e disse: “Criança tem cada ideia.” Eu sorri sem graça e tirei os olhos por respeito, mas, confesso que não parava de pensar naquele peitão redondo, moreno cheio de veias, escorrendo leite.

Depois de mamar, a garotinha dormiu a mãe a deitou no banco próximo a janela e veio par o do meio, ao meu lado. Começou a puxar assunto comigo, que entrei na conversa, sempre olhando os melões dela. Ela viu que eu estava olhando e ficou me encarando, gelei quando notei. Ela falou simplesmente: “Gostou”? eu balancei a cabeça que sim. Então, sem dizer nada ela colocou o peitão para fora e me olhou, fiquei sem ação, quando me refiz coloquei a mão e fiz um carinho, o peito dela estava duro de tanto leite e quente, meu pau quase estourou a calça. Ela fechou os olhos encostando a cabeça no meu ombro. Eu apertava o peito que espirrava leite, parecia estar ordenhando uma vaca.

Não resisti e cai de boca naqueles melões redondos que pareciam ovos de páscoa que jorravam leite. Mamava nos dois, o leite escorria pela barriga dela, molhando sua roupa. Ela primeiro apertou meu pau por cima da calça, depois a abriu e colocou minha caceta dura para fora e punhetou, sua mão quente e úmida me levava à loucura. Só tínhamos nós e o motorista.

Sua saia era de um tecido leve o que facilitou para eu colocar a mão em suas coxas e ir subindo até chegar em seu bocetão carnudo e quente, alisei por cima da calcinha que estava ensopada, depois coloquei a mão por dentro e esfreguei carinhosamente seu grelo que estava bem duro.

Senti ela gozar em meus dedos que os enfiei dentro dela. Sua boceta apertava meus dedos e quanto mais eu esfregava mais sentia jatos de gozo saindo dela. Seus tetões em minha boca eram sugados até a exaustão. Chegava me engasgar de tanto leite que ela soltava.

Já muito cheia de tesão, ela caiu de boca na minha rola, chupando com vontade. Sugava a cabeça e depois deixava entrar toda até a garganta, voltando para cabeça. Enquanto mamava ela esfregava os peitões em minha calça, me melando todo de leite, e eu trabalhando sua xana melada.

Não demorou muito naquela chupada e eu enchi sua boca de muita porra quente. Há muito tempo eu não esporrava tanto em uma vadia. Segurei ela pela nuca e a forcei para baixo, esporrando em sua garganta, que engoliu tudo.

Ela pegou uma toalhinha na bolsa, limpou os cantos da boca lambuzados de porra, limpou os peitões molhados de leite, ajeitou a blusa, a calcinha, a saia, pegou a filha que dormia ao lado e desceu.

Não tive tempo de saber seu nome, nem trocar telefone ou zap, nunca mais vi a gostosa dos peitões cheios de leite.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s